sexta-feira, 21 de abril de 2006

chris lawrence


CANÇÃO DESPERTA PELO SOL
VARIAÇÃO DOIS

quando os brinquedos envelhecem,
também os sonhos
assim os girassóis, quando as brincadeiras
entristecem

eu era um menino que brincava no quintal,
fazendo do velho jambeiro refúgio
quando a vida doía no peito

[eu escutava os segredos trazidos pela chuva;
eu falava a poesia das formigas e pirilampos;
eu acalentava os anjos esquecidos por deus;
eu pintava aquarelas nas memórias do jardim;
eu não sabia que um dia iria crescer


mas cresci]

– minhas mãos ficaram presas nas ranhuras do tempo –

2 comentários:

Warum Nicht? disse...

não dá pra refutar argumentos desta (des)natureza...
.
abração!

bell disse...

ranhuras do tempo...
tuas mãos, sortudas..
isto que são.

bjs* meus.