terça-feira, 14 de abril de 2009

imagem de dino valls
ao amigo carlinhos (padeceremos de solidão?)



as memórias do arrebol
são-me refúgio
[translúcidos escombros]
avessos à escuridão
muda de minh’alma

2 comentários:

Menino-Homem disse...

perfeito canto.

de uma sensibilidade rara.

abraços,

Claudia Valois disse...

embriaguei-me na sua expressividade....

visite-me....estou perto...

http://claudiavalois@blogspot.com