terça-feira, 26 de agosto de 2008




nas entranhas de mim
insistem palavras malditas
homem que sou
paridor de poesia

4 comentários:

Carla disse...

ser paridor de poesia é exorcizar o medo e as dores, através das palavras
beijos

Gi disse...

Palavras:
são tudo o que não (de)siste.

Lucius Kod disse...

fica evidente na tua ilustração.

entranhas: estranhas.

tu e tu-mesmo. gosto do embate...

Mayrla Nadja disse...

vc é bem criativo... visita lá o meu blogger.
http:/garotassosadolescencia.blogspot.com